Itaperuna, RJ, reforça ações de combate ao Aedes aegypti

Equipes realizam vistorias em residências e quintais, com intuito de promover a eliminação de focos e possíveis locais que possam servir de depósitos de água parada.

Por Redação Portal Fri Notícias em 19/01/2024 às 16:23:44
Foto: Divulgação/PMI

Foto: Divulgação/PMI

A Prefeitura de Itaperuna, RJ, através da Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio do trabalho da equipe de Coordenação de Vigilância Ambiental em Saúde (CVAS), vem reforçando as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

As equipes realizam vistorias em residências e quintais, com intuito de promover a eliminação de focos e possíveis locais que possam servir de depósitos de água parada. Também existe um trabalho preventivo e educativo de Educação em Saúde, com profissionais qualificados realizando palestras, rodas de conversa e outras ações junto à população de bairros e distritos.

Sintomas da Dengue

Os sintomas da dengue podem variar em gravidade e incluem febre alta, dor de cabeça, dor muscular e nas articulações, fadiga, dor nos olhos, náuseas e vômitos, entre outros.

É importante observar, pois, a dengue pode evoluir para formas mais graves, como a dengue hemorrágica, podendo causar sangramento, choque e ser potencialmente fatal. Se você suspeitar de dengue ou apresentar sintomas semelhantes, é fundamental procurar assistência médica imediatamente.

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para evitar complicações graves. Além disso, é importante adotar medidas de prevenção, como a eliminação de criadouros de mosquitos e o uso de repelentes.

Equipes realizam ações de combate ao mosquito da dengue. (Foto: Divulgação/PMI)

Eliminando criadouros do mosquito

Eliminar os criadouros do mosquito é essencial para prevenir a propagação de doenças transmitidas por esse vetor. Ajude a combater o mosquito da seguinte forma: remova água parada, mantenha recipientes fechados, limpe ralos e canaletas, guarde os pneus de forma adequada, trate piscinas e fontes, evite o acúmulo de água em plantas, descarte corretamente o lixo, cuide dos bebedouros de animais, mantenha as caixas d'água bem fechadas, e realize inspeções regulares no ambiente ao redor da sua casa para identificar e eliminar possíveis criadouros.

A população pode obter outras informações como solicitação de atendimento específico, entre outras, se dirigindo até a Coordenação de Vigilância Ambiental em Saúde, no Centro de Saúde Dr. Raul Travassos.

O e-mail do setor – [email protected] – é outra forma de contato. A população ainda pode se dirigir à UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua residência e relatar algum problema ao agente comunitário de saúde, que ele passará a informação à CVAS.

Comunicar erro
Banner Anuncie Fri 1Abaixo post

Comentários

Whatsapp 2022 banner 3 Todas telas