Prefeito de Itaperuna, RJ, aciona setores estratégicos após forte temporal desta terça, (26).

Temporal com rajadas de vento forte causou destelhamento de casas e postes. Cerca de 38 pessoas estão desalojadas.

Por Redação Portal Fri Notícias em 27/12/2023 às 16:01:00

Após as fortes chuvas que atingiram o município de Itaperuna, RJ, na noite desta terça-fira, (26), o município ficou em alerta. Foram registrados quedas de árvores, destelhamentos de casas e até postes da rede elétrica foram danificados.

Houve também, vários registros de ruas alagadas.Uma torre da rede elétrica também foi danificada com a força do vento, o que deixou vários pontos sem energia.

Em nota, a Enel informou que duas torres de eletricidade que pertencem a Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) na região de Itaperuna, foram derrubadas pela força do vento. As torres caíram sobre a rede da Enel após as fortes chuvas e ventos que atingiram a região Noroeste do Estado. Ainda segundo a empresa, a linha de distribuição de alta tensão abastece as cidades de Itaperuna, Natividade, Porciúncula e Varre-e-Sai. Parte dos consumidores afetados foram restabelecidos de forma remota ainda ontem, completou a Enel. A previsão de normalização do serviço é até a noite desta quarta-feira (27).

Torres de energia foram afetadas e passam por manutenção. (Foto: Enel)

Logo após o temporal, o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão, acionou os setores estratégicos para lidar com a situação.

"Nossa resposta foi rápida porque agimos com planejamento e informação. Fizemos uma reunião no início de dezembro para tratar de desastres, catástrofes naturais e seus fatores, que poderiam ocorrer principalmente no período de chuvas. Entendo que esse trabalho fez diferença na hora de tomarmos as decisões necessárias", disse o prefeito.

Prefeito de Itaperuna esteve com equipes da enel. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

De acordo com a Defesa Civil, foi registrado 41mm em uma hora, iniciando às 15h, com ventos entre 80 e 110 km/h. O acumulado de chuva nas últimas 24h é de 52mm. O nível do Rio Muriaé chegou a 2,43 após a chuva, às 16h, mas diminuindo gradativamente, chegando às 2,19m às 20h15min, bem abaixo da cota de atenção que é de 2,90m.

Até o momento, cerca de 38 pessoas estão desalojadas e foram para casa de parentes e amigos. Alguns idosos que decidiram sair de suas casas por conta da falta de energia elétrica. Não há feridos ou desabrigados.

A Secretaria de Obras está com suas equipes nas ruas retirando árvores, galhos e telhados que estão obstruindo as vias públicas. Até o momento foram contabilizadas cerca de 58 árvores que caíram por conta da velocidade do vento, mas acredita que esse número possa ser maior.

A equipe da Defesa Civil está, neste momento, atendendo vários chamados e realizando vistorias em imóveis que sofreram algum tipo de avaria.

a Prefeitura informou que, as pessoas que foram atingidas pelo temporal e estão passando por dificuldades, devem procurar o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua casa para receber apoio.

Confira os endereços das unidades no município:

- CRAS CASTELO

Rua São Vicente de Paula, nº 92 - Castelo.

- CRAS NITERÓI

Rua Jaime Pôrto, 44 - Niterói.

CRAS SURUBI

Avenida Porto Alegre, nº 1000 - Cidade Nova.

- CRAS VINHOSA

Rua Eliane Andrade Montovani, nº 49 - Vinhosa.

- CRAS CEHAB

Rua Firmino Souza Aguiar, nº 222 - Cehab.

CRAS AEROPORTO

Avenida Boa Fortuna, n° 142 - Boa Fortuna.


Comunicar erro
Banner Anuncie Fri 1Abaixo post

Comentários

Whatsapp 2022 banner 3 Todas telas