As Últimas
Publicidade
12 de dez de 2018
Publicidade 2

Justiça condena empresários e ex-secretária de Saúde por fraude na tragédia de Nova Friburgo, RJ.

A ex-secretária de Saúde Jamila Salim foi condenada a 16 anos de prisão por dispensa irregular de licitação e outros crimes durante tragédia climática de 2011. Funcionários públicos e empresários também foram condenados.

Por: Redação 

Nesta terça-feira, (11), a justiça condenou a ex-secretária municipal de Saúde de Nova Friburgo, RJ, Jamila Salim Ribeiro por crimes de dispensa irregular de licitação após a tragédia climática de 2011 no município. Também foram condenados um grupo de funcionários públicos e empresários 

Na sentença, o juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, da 2ª Vara criminal de Nova Friburgo, RJ, considerou verdadeiramente repugnantes os motivos do delito de associação criminosa. 

Foto: Divulgação
“O escopo da quadrilha era forjar contratos públicos em uma das áreas mais sensíveis para a população friburguense, que é a saúde pública”, escreveu Villas.

Secretária municipal de saúde na época, Jamila salim Ribeiro foi condenada a 16 anos e quatro meses de prisão por dispensa irregular de licitação, peculato e associação criminosa.

Jamila também terá que pagar multas de R$ 6 mil reais e 240 salários mínimos à prefeitura.

Também faziam parte da quadrilha, os funcionários públicos José Antonio Nery, que foi condenado a 14 anos e dois meses de reclusão, e ao pagamento de multa de R$ 5.667 ao município e mais 192 salários mínimos pelos crimes de dispensa irregular de licitação, peculato e associação criminosa. e Idenilson Moura Rodrigues, condenado à pena de sete anos e 10 meses de reclusão por associação criminosa e peculato e ao pagamento de multa de 192 salários mínimos. 

O empresário Carlos Moacyr de Oliveira foi condenado à pena de quatro anos e nove meses de prisão e multa de R$ 4.250, por dispensa irregular de licitação. Pelo mesmo motivo, o empresário Antônio Carlos Thurler pegou pena  três anos e nove meses de prisão e multa de R$ 4.250. O também empresário Eliasib Alves de Souza, pegou pena de três anos e dois meses de prisão e multa de R$ 2.833.

Carlos Alberto Marzano foi outro empresário também condenado pelos crimes de dispensa irregular de licitação, associação criminosa e peculato soma 16 anos e 10 meses de prisão, além de multa de 288 salários mínimos e mais R$ 5.667 a serem pagos ao município.
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Justiça condena empresários e ex-secretária de Saúde por fraude na tragédia de Nova Friburgo, RJ. Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias