As Últimas
Publicidade
29 de set de 2017
Publicidade 2

Conta de luz deve voltar para bandeira vermelha em outubro.

Sem melhora na previsão de chuvas no país, autoridades do setor elétrico já começam a dar como certo o acionamento da bandeira tarifária vermelha em outubro.

Por: Nova Friburgo AM

A bandeira tarifária vermelha deve voltar no mês de outubro e encarecer novamente as tarifa de energia. Sem melhora na previsão de chuvas no país, autoridades do setor elétrico já começam a dar como certo o acionamento da bandeira tarifária vermelha em outubro.

Foto: Divulgação
Ainda não há confirmação se vai ser no Patamar 1, com custo adicional de R$ 3,00 por cada por cada 100 quilowatt-hora (kWh), ou Patamar 2, com acréscimo de R$ 3,50 por cada 100 kWh.
 
Atualmente, a conta de luz dos consumidores de todo o país indica a bandeira amarela, com o adicional de R$ 2,00 por cada 100 kWh.
 
Para atender ao consumo sem que haja um aumento ainda mais forte na conta de luz, o governo deve elevar a importação de energia oriunda da Argentina e do Uruguai.
 
Se houver sobras nos países vizinhos, é possível que menos termelétricas sejam ligadas, reduzindo o custo global da energia no País.
 
De acordo com relatórios meteorológicos, o solo da Amazônia está seco, o que impede a formação de nuvens que, depois, se convertem em chuvas no Sudeste e Centro-Oeste, onde estão os principais reservatórios das hidrelétricas do País.
 
O clima seco na área das hidrelétricas brasileiras e projeções de chuva abaixo da média nos próximos meses devem fazer com que o ano de 2018 comece já com pressão nas contas de luz, que podem ter cobranças adicionais, segundo projeções oficiais e de especialistas.
 
O governo já conversa sobre a possibilidade de promover uma campanha a partir da reta final deste ano com o objetivo de incentivar a população a reduzir o consumo.
 
A situação atual só não é pior porque o Brasil depende menos de energia hídrica do que no passado e conta com melhor infraestrutura de transmissão.
 
Mesmo com o custo elevado do setor elétrico, o Governo Federal cogitou acabar com uma das medidas de economia de energia.
 
O assunto foi avaliado na Casa Civil, depois que um estudo do Ministério de Minas e Energia concluiu que o horário traz efeitos “próximos à neutralidade” com relação à economia de energia elétrica.
 
No entanto, há o entendimento de que o período onde a maior parte do país adianta o relógio é costume, e já faz parte da cultura do brasileiro.
 
Nesta semana, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, confirmou que o horário de verão está mantido.
 
Com a decisão, os moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste devem adiantar os relógios em uma hora a partir do dia 15 de outubro.
 
Desde 2008, o horário especial vigora até o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, que em 2018 cai em 19 de fevereiro, quando os relógios são atrasados em uma hora.
 
Para 2018, o governo deve fazer uma pesquisa para decidir se mantém ou não o horário diferenciado nos próximos anos.
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Conta de luz deve voltar para bandeira vermelha em outubro. Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias