As Últimas
Publicidade
18 de nov de 2014
Publicidade 2

Aos 43 anos e titular, Cadão vibra com chance de jogar final: "Seria incrível"

Zagueiro do Friburguense não esconde satisfação por estar ajudando o clube na Copa Rio, contudo, prefere manter cautela quando o assunto é o jogo de volta da semifinal


Cadão sonha em jogar final da Copa Rio aos 43 anos (Foto: Maria Pimenta/Divulgação)
Quando se trata de futebol, poucos jogadores na história do esporte tiveram a honra de bater no peito e dizer que conseguiu o feito de se sagrar campeão aos 43 anos. Só que este grupo seleto de veteranos que alcançaram a glória de erguer um caneco com uma idade tão elevada para os padrões do mundo da bola tem a chance de ganhar mais um incansável. Pois se depender somente da vontade férrea de Cadão, o veterano zagueiro do Friburguense, a Copa Rio deste ano já tem dono. Um dos nomes do clube na disputa da competição estadual, o jogador vive a euforia de poder voltar a disputar uma final mesmo com a carreira próxima de chegar ao fim. Mas para isso, o capitão do Tricolor da Serra reconhece: o Frizão terá uma dura missão pela frente.

Afinal, mesmo depois de conseguir a vantagem de jogar pelo empate o segundo confronto da semifinal da Copa Rio, o jogador prefere manter cautela quando o tema é a partida de volta com o Resende, que será realizada na tarde da próxima quarta-feira, no Estádio do Trabalhador.

- É uma satisfação muito grande poder estar ajudando o Friburguense neste momento. É um prazer imenso. E seria incrível poder chegar à final da Copa Rio agora. É uma competição complicada, que envolve diversos clubes. Ainda mais estando bem próximo do fim da minha carreira. Acho que seria muito legal por tudo que já construí. Só que precisamos lembrar que ainda temos uma batalha pela frente. Não tem nada definido. O Resende é um time forte que precisa ser respeitado. Estamos cientes das dificuldades que teremos pela frente, mas estamos preparados para mais essa batalha para, quem sabe, jogar essa final - disse.

Apesar de garantir que o fim da carreira está próximo, o zagueiro do Friburguense ainda não sabe se vai pendurar as chuteiras no fim desta temporada. Segundo o próprio Cadão revela, o assunto aposentadoria só será discutido com a diretoria do Frizão quando a Copa Rio terminar.

- Ainda não tenho nada definido. Fisicamente venho fazendo uma boa Copa Rio, então, vou deixar para conversar com a diretoria só após o fim da competição. Quando acabar vamos conversar. Saber das condições. No momento eu não falo em parar, assim como não falo em continuar. Vou sentar e conversar como sempre fiz - concluiu.

Na próxima quarta-feira, às 16h, o Friburguense vai até o Estádio do Trabalhador, em Resende, enfrentar o time da casa no segundo jogo da semifinal. O Frizão tem a vantagem do empate para o confronto. Em caso de derrota por um gol de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis.


Fri Notícias
Por: Gustavo Garcia/GloboEsporte.com
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Aos 43 anos e titular, Cadão vibra com chance de jogar final: "Seria incrível" Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias