As Últimas
Publicidade
4 de set de 2013
Publicidade 2

Mulheres são destaque na produção de flores na Região Serrana do Rio

Mão de obra feminina ocupa cerca de 40% dos postos de trabalho. Friburgo, Bom Jardim, Sumidouro e Petrópolis são os maiores produtores.

Mulheres estão ganhando destaque no cultivo e comercialização de flores (Foto: Divulgação)

O crescimento da floricultura no estado do Rio de Janeiro nos últimos anos, além da expansão das áreas de plantio e diversificação da produção, vem revelando uma tendência de outros segmentos no país: o aumento da presença da mão de obra feminina no cultivo de flores de corte. Em 2004, de acordo com o 1º Censo da Floricultura no estado, realizado pela Emater-Rio, apenas 20% dos empregos permanentes gerados na floricultura eram ocupados por mulheres. De lá para cá, a ampliação da produção, profissionalização do setor e aumento da oferta de produtos diferenciados, com agregação de valor e serviços para mercados de paisagismo e decoração, mudaram o perfil desta mão de obra.

Segundo Nazaré Dias, coordenadora do programa Florescer, da secretaria estadual de Agricultura, 40% do total dos 18 mil postos de trabalho gerados atualmente na cadeia da floricultura no território fluminense tem a participação feminina. O percentual é quase o dobro do registrado em todos os setores da agricultura, de acordo com o Censo Agropecuário do IBGE.

Cerca de 40% do setor é ocupado por mulheres
(Foto: Divulgação)
“O aumento é visível tanto nas áreas de produção, onde esposas e filhas de produtores tradicionais no setor atuam no plantio, pós-colheita e gerenciamento do negócio, quanto no mercado de ornamentação, com 80% do trabalho desempenhado por mulheres. São profissionais vindas de outras áreas, que migraram para a floricultura vislumbrando oportunidades”, disse a coordenadora, lembrando que cerca de 570 mulheres trabalham na produção de flores e outras 2,7 mil no restante da cadeia.

O detalhismo, perfeccionismo e a paciência para trabalhos repetitivos que exigem cuidados especiais são apontadas como fatores positivos para a atração destas profissionais, registradas nos últimos anos no segmento.

Luciene Nunes Notaro, de 37 anos, é uma delas. Com o marido e um irmão, divide a rotina da produção de bocas de leão, crisântemos, margaridas, palmas e chuva de prata, entre outras espécies, em Vargem Alta, Nova Friburgo, Região Serrana do Rio. A produção mensal de quase 40 mil hastes de flores, que sai do sítio da família para o mercado do Cadeg, no Rio de Janeiro, tem participação de Luciene do plantio à comercialização.

Determinada e de olho na chance de obter maior lucro em seu empreendimento, a produtora faz planos para o futuro. “Quero investir na ampliação das estruturas de produção e diversificar o mix, com variedades de maior valor agregado”, afirmou Luciene, que também faz parte da diretoria da Associação dos Agricultores Familiares e Amigos da Comunidade de Vargem Alta (Afloralta).

As mulheres são mais dedicadas e cuidadosas
com as flores (Foto: Divulgação)
Nas 900 floriculturas cadastradas junto ao Sindicato de Floristas do Estado, o cenário não é diferente. Além do atendimento nas lojas, o trabalho das mulheres cria ainda oportunidades para outras trabalhadoras, como a ornamentação de eventos e os serviços de paisagismo.

“É muito comum encontrarmos alunos desses treinamentos atuando na ornamentação de eventos e até mesmo em cenografia de produção de cinema e televisão”, revela a coordenadora do Florescer.

No estado, os municípios com maior destaque na participação das mulheres na floricultura são Bom Jardim, Nova Friburgo, Miguel Pereira, SumidouroPetrópolis e Rio de Janeiro. “A participação da mulher na floricultura acaba tendo também uma função social, pois mantém os filhos na atividade, evitando que os jovens migrem para os grandes centros em busca de oportunidades”, ressaltou Nazaré.


Fri Notícias/G1.com
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Mulheres são destaque na produção de flores na Região Serrana do Rio Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias