As Últimas
Publicidade
6 de jul de 2016
Publicidade 2

Médico e aluno de medicina são presos em hospital de Cordeiro, RJ

Os dois vão responder por prática ilegal da medicina e falsidade ideológica.
Investigação começou após estagiário atender sem supervisão, afirma o MP.





Uma ação conjunta entre o Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Civil prendeu um médico e um acadêmico de medicina no Hospital Antônio Castro, em Cordeiro, na Região Serrana, na terça-feira (5). De acordo com o MP, as investigações começaram depois que um servidor público denunciou ter sido atendido por um estagiário de medicina sem a supervisão de um médico na unidade. Os dois vão responder por prática ilegal de medicina e falsidade ideológica, segundo a promotoria.

Na ocasião, o MP afirma que o estagiário prescreveu medicamentos preenchendo um receituário em branco que já se encontrava assinado e carimbado pelo profissional envolvido. Em seguida, foi instaurado, no âmbito da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Cordeiro, inquérito civil para apurar a informação de que parte dos atendimentos realizados no hospital estava sendo realizado por acadêmicos sem a supervisão de médicos.

De acordo com a promotoria, os fatos se agravaram na terça-feira (5), quando um assessor do MPRJ foi atendido na mesma unidade por outro acadêmico, mais uma vez sem a supervisão de profissional. Ao término da consulta, o acadêmico de medicina prescreveu medicamentos e falsificou a assinatura do médico que se encontrava de plantão no dia, segundo o Ministério Público.

Após tomar conhecimento desses novos fatos, os promotores de Justiça titulares da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva e da Promotoria de Justiça de Cordeiro se dirigiram ao Hospital Antônio Castro, acompanhados do funcionário que havia sido atendido, e prenderam os dois em flagrante.

Em nota, a Prefeitura de Cordeiro afirmou que apoia a atitude tomada pelo Ministério Público, para que as denúncias sejam apuradas e as devidas providências tomadas. O município ressaltou que o Hospital Antônio Castro é uma instituição filantrópica e, como prestadora de serviços, recebe repasses mensais da Prefeitura de cerca de R$ 500 mil.

A Prefeitura informou que a intervenção realizada na unidade feita desde 2015 se destina ao aporte financeiro para que a instituição continue prestando serviços à população. O município afirmou que a direção do hospital possui autonomia para tomar medidas administrativas, inclusive punitivas, através da Junta Interventora, cujo presidente é funcionário do hospital.
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Médico e aluno de medicina são presos em hospital de Cordeiro, RJ Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias