As Últimas
Publicidade
5 de set de 2014
Publicidade 2

Número de denúncias cresce no Conselho Tutelar de Friburgo, no RJ

Aumento chega a 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Coordenador da instituição afirma que falta de estrutura agrava a situação.

O número de denúncias de violência contra menores tem crescido em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio de Janeiro. De acordo com a conselheira tutelar, Cinthia Lopes, o aumento em relação ao mesmo período do ano passado já atinge a marca de 30%, a maioria feita através do disque cem. 

"São diversos tipos de denúncia que chegam a nós através do disque cem, mas as mais frequentes estão relacionadas a maus tratos, agressões dentro de casa e até mesmo o envolvimento com drogas. Algumas denúncias também vem através das fichas de frequência escolar que são enviadas pelas instituições de ensino, já que em muitos casos os problemas começam a ser detectados na escola", explica Cinthia.

A falta de estrutura para o Conselho Tutelar da cidade, que é responsável pelos atendimentos a esses tipos de casos, é um fator capaz de agravar ainda mais a situação. Nova Friburgo, tem apenas um Conselho Tutelar para atender toda o município, que tem uma população estimada em 190 mil habitantes. O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), recomenda um Conselho para cada cem mil moradores. Em Friburgo, cinco conselheiros tem que dar conta de 22 mil prontuários de atendimento. 

"Temos uma estrutura deficiente. O Ministério Público do Trabalho nos deu alguns equipamentos e conseguimos um veículo graças a um convênio com o governo federal , mas nosso administrativo não tem maquinário suficiente. A qualificação de nossa equipe também é deficitária. Nosso departamento administrativo e o apoio técnico precisam de mais pessoas. A demanda cresceu significativamente e isso é preocupante porque significa que mais direitos estão sendo violados", afirma o coordenador do Conselho Tutelar, Evandro Arcanjo.

Depois de serem atendidos pelo Conselho, as crianças e adolescentes são encaminhados para instituições que recebem jovens em situação de risco, como usuários de drogas e vítimas de maus tratos. 

"Temos uma parceria com o Conselho Tutelar do município e atendemos crianças e adolescentes de outros municípios também. Realizamos uma série de atividades e uma vez por semana os nossos profissionais se reúnem para traçar as estratégias dos atendimentos e discutir cada caso. São médicos, terapeutas, educadores, todos unidos com o intuito de reestabelecer a vida das crianças e adolescentes, os incentivando a voltar a estudar, ter uma relação com a família. Os resultados são melhores quando a família participa do acompanhamento", conta Marcelo Cardoso Guimarães, coordenador de uma instituição que atende de forma gratuita 140 crianças e adolescentes a partir de nove anos. 

Em resposta, a Prefeitura afirmou que a equipe do Conselho Tutelar é considerada suficiente  e apta pelo Ministério Público para fazer o trabalho. E, que, recentemente, equipou a unidade com celulares, computadores e veículos. Além disso, acrescentou que o conselho Municipal da Criança e do Adolescente, que fiscaliza a instituição, criou uma comissão para avaliar casos denunciados pelas promotorias de reclamações sobre o atendimento prestado pela unidade.


Fri notícias/G1.com
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Número de denúncias cresce no Conselho Tutelar de Friburgo, no RJ Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias