As Últimas
Publicidade
27 de fev de 2017
Publicidade 2

Escolas de samba de Nova Friburgo, RJ, esbanjam beleza e animação em desfile.

Mesmo com chuva, nada tirou o brilho de passistas e alegorias das escolas de samba, que passaram pela Avenida em desfiles de luxo e beleza. 

Por: Secom NF

Ninguém arredou pé da Avenida Alberto Braune para assistir ao desfile das quatro escolas de samba de Nova Friburgo na noite domingo, dia 26, mesmo com chuva. E nada tirou o brilho de passistas e alegorias, num desfile de luxo e beleza que primou pelo cumprimento do horário, sem a característica demora entre uma agremiação e outra de carnavais passados. 

No palanque oficial o prefeito Renato Bravo, secretários, integrantes do governo, vereadores e convidados, junto com o excelente público, aplaudiram a Unidos da Saudade, Vilage no Samba, Imperatriz de Olaria e Alunos do Samba, sempre antecedidos pelo Rei Momo, Manoel Eduardo Morais da Silva, e pela Rainha do Carnaval, Jéssica Ferreira Gomes, além do Cidadão Samba, Júlio Santos.

Renato Bravo falou à imprensa sobre o Carnaval na Serra 2017 em Nova Friburgo, que considerou maravilhoso, com muita alegria e descontração e grande participação popular. Ele destacou a parceria com a iniciativa privada para que friburguenses e turistas tivessem um carnaval de alto nível. “Nova Friburgo abraça os turistas, valoriza as tradições do carnaval e apoia o artista local”, frisou o prefeito. E elogiou o trabalho da imprensa na divulgação da festa. Renato Bravo acentuou que apesar do pouco tempo tudo foi organizado com planejamento, parcerias e boa vontade, e tudo deu certo. 

E para alegria do prefeito a população se divertia a valer no carnaval de Nova Friburgo. O grande número de pessoas nas ruas na sexta-feira, sábado e domingo deixou Renato Bravo satisfeito. “Foi lindo e eu tenho certeza de que vai ser assim até a terça-feira de carnaval”.

Unidos da saudade

A escola roxo e branco do Bairro Ypu, presidida por Carlos Henrique Pereira, abriu os desfiles na noite de domingo levando à avenida o enredo “O diamante das Minas Gerais, dos carnavalescos Lucas Mello e Rafael Éboli”. Desfilou com 1.200 componentes, sendo 120 na bateria, que tem como rainha Ana Paula Magalhães, e cinco carros alegóricos. A bateria do mestre Vandinho e os intérpretes Guto, Diego, Edinho, Sonia, Thiago e Gabriel se encarregaram de dar o tom do samba-enredo de autoria de PV, Marlon Caetano, Gabriel Tenente e Breno Raze e animar a Saudade na busca do bicampeonato, já que foi a vencedora no ano passado.

Vilage no Samba

A Vilage no Samba desfilou com seus mil figurantes, dos quais 90 integram a bateria do mestre Rodrigo Vidal, que tem como rainha Helen Santos, e cinco carros alegóricos. O enredo 2017 da verde e branco, presidida por Bruno de Castro Lannes, foi “Enigmas da Humanidade: a fascinante viagem da água pelos mistérios que o homem não decifrou”, do carnavalesco Márcio Venâncio. O samba-enredo é de autoria de Jeferson Lima, João Coreia, Adonai Valeriano e Vitor Alves e foi interpretado por Niu de Souza, Yuri, Jefinho, Júnior, João e Wesley do Cavaco, que deram tudo de si para que a Vilage no Samba, segunda colocada no ano passado, possa brigar pelo título este ano.

Imperatriz de Olaria

Com muita animação a escola vermelho e branco do presidente Humberto Damasceno levou à avenida o enredo “A saga da fé. A Imperatriz canta o amor à religião. O samba em forma de oração”, dos carnavalescos Gilson Pereira da Silva e Clemilson Araújo (Borracha). O ritmo da bateria do mestre Fred e seus cem integrantes e a interpretação do samba-enredo, dos compositores José Henrique Pires, Mateus Herdy, Lúcio Pacheco, Ledir, Fabrício Corujão e Léo Torres e cinco carros alegóricos animaram os 900 integrantes que buscam o título de campeã que não chega desde 2007.

Alunos do Samba

A escola azul e branco de Conselheiro Paulino, presidida por Alessandro Silva, desfilou com o enredo “Vixe, Mainha! Oxente, cabra da peste. Meu Zé Carioca vem exaltar a brava nação do Nordeste”, do carnavalesco Ruan Everson Diniz. Os 800 integrantes encerraram os desfiles de domingo sob o ritmo da bateria do mestre Arilson, com 90 ritmistas, e a rainha Jucele, e quatro carros alegóricos. O samba-enredo da Alunos do Samba, quarta colocada no ano passado, dos compositores Léo do Cavaco, Niu Souza, Evandro Malandro e Wilson Bizar foi interpretado na avenida por Nego Roger, Sabará, Zizinho, Matheus, Diguinho do Violão, Tailan e Vilmar de Lima, em busca do título que a azul e branco não consegue desde 1996.

Após o desfile de cada agremiação entrou em cena o “bloco da limpeza”, um grupo de garis que limpava a pista da Avenida Alberto Braune. O prefeito Renato Bravo e alguns secretários fizeram questão de posar e tirar fotos com eles, que ao mesmo tempo em que cumpriam seu dever, cantavam e dançavam alegremente. E depois da última escola uma multidão invadiu a avenida pulando e cantado com uma alegria poucas vezes vista no carnaval de Nova Friburgo.


Fotos: Daniel Marcus, João Luccas de Oliveira e Leonardo Vellozo | Secom NF
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Escolas de samba de Nova Friburgo, RJ, esbanjam beleza e animação em desfile. Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias