As Últimas
Publicidade
3 de jan de 2017
Publicidade 2

Renato Bravo anuncia corte de 30% e volta da integração plena

Nesta segunda-feira, (02), Renato Bravo anunciou as primeiras medidas, ao divulgar uma série de decretos e apresentar um balanço da situação financeira do município.

Por: Nova Friburgo AM

Renato Bravo (PP) foi empossado no último domingo (1º), junto com os vereadores eleitos. O presidente da Câmara, Alexandre Cruz, conduziu os juramentos do prefeito e do vice, Marcelo Braune. 

Foto: Daniel Marcus/Secom)
Já nesta segunda-feira, 2 de janeiro, Bravo anunciou as primeiras medidas, ao divulgar uma série de decretos e apresentar um balanço da situação financeira do município.
 
Até o dia 30 de dezembro de 2016, o município contava com aproximadamente 394 milhões de reais em receitas e 395 milhões em despesas. 
 
O déficit atual gira em torno de um milhão e 200 mil reais, e para equilibrar as contas, o governo vai reduzir as despesas em 30%. 
 
O prefeito também afirma que pretende negociar as dívidas de gestões anteriores, ultrapassam os 150 milhões de reais. 
 
São 140 milhões de débito com a Previdência Social e 16 milhões da Contribuição Patronal de 2016 que, segundo o novo governo, não foi paga.
 
A equipe de transição do governo Bravo também realizou um estudo junto à folha de pagamento do município. 
 
Em dezembro de 2015, a folha apontava a despesa de 14 milhões, e no mesmo período deste ano, o valor chegou a 15 milhões. 
 
O motivo é o pagamento das gratificações de 30% que haviam sido cortadas. O gasto total com a folha em 2016 foi de 174 milhões de reais, sete milhões a mais que em 2015. 
 
Bravo promete estudar cada caso individualmente, mas garante que vai cortar alguns cargos comissionados. 
 
A economia, de acordo com o Prefeito, deve girar em torno de dois milhões de reais por mês e 24 milhões anuais. 
 
A exoneração feita no fim de dezembro, que é natural quando há troca de governos, representa 800 cargos a menos no município. 
 
Atualmente Nova Friburgo possui 6.593 funcionários, e a princípio, a maioria se reapresenta, mas está previsto um recadastramento individual.
 
Ainda durante a coletiva, Renato Bravo anunciou algumas medidas que vão ser tomadas por decretos. Foram cinco ao total. 
 
A principal delas é a renegociação dos contratos com fornecedores e a suspensão dos atos normativos feitos pela gestão de Rogério Cabral nos últimos 180 dias.
 
Renato Bravo também anunciou algumas portarias para este início de governo. A maioria delas vai ter impacto na área fiscal do município, mas a principal cria a Comissão Gestora da Saúde. 
 
O Prefeito explicou como esse grupo vai atuar em Nova Friburgo. Com relação ao retorno da Integração Plena, promessa de campanha do Prefeito, foi anunciada a criação de uma comissão reguladora do retorno da Integração Plena ao transporte do município. 
 
De acordo com Bravo, um estudo já foi iniciado durante o período de transição e algumas conclusões estão prontas. 
 
Essa comissão é liderada pela Secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana, agora sob comando da Arquiteta e Urbanista Rosane Pinto. Segundo o Prefeito, as primeiras medidas devem vigorar em breve.
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Renato Bravo anuncia corte de 30% e volta da integração plena Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias