As Últimas
Publicidade
8 de jun de 2016
Publicidade 2

Agentes de Desenvolvimento do estado do RJ, trocam experiências em Nova Friburgo

O 3º Encontro Estadual de Agentes de Desenvolvimento reuniu dezenas de participantes na última terça-feira, (07) na cidade.


O encontro aconteceu no Hotel Vila Verde, em Nova Friburgo. Os agentes compartilharam experiências e boas práticas e debateram temas de interesse, como a de burocratização e a inserção de micro e pequenas empresas nas compras governamentais.
 
O 3º Encontro de Agentes de desenvolvimento aconteceu na terça, (07). (Foto: Aline/Massuca)
Um dos principais assuntos discutidos foi a formação de redes de Agentes de Desenvolvimento. Após uma apresentação do tecelão de redes de aprendizagem Augusto Gutierrez, lideranças dos grupos de agentes das regiões Serrana, Noroeste e Médio Paraíba e Centro Sul falaram sobre o trabalho que vêm fazendo.

A rede mais nova é a que reúne agentes do Médio Paraíba e do Centro Sul. O grupo formou-se há três meses e conta com representantes de nove municípios: Três Rios, Paraíba do Sul, Vassouras, Piraí, Quatis, Itatiaia, Barra Mansa, Pinheiral e Engenheiro Paulo de Frontin. “Os agentes vão se incorporando aos poucos e identificando pontos comuns para atuarmos juntos. Estamos construindo um planejamento estratégico com a meta principal de desburocratizar e gerar um bom ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas”, explica Marco Aurélio Soares, que atende na Casa do Empreendedor de Três Rios. “Trabalhar em rede não é fácil, exige que a gente saia de nossa zona de conforto e mude a forma de pensar, mas é algo fundamental”, defende ele.

Já a Rede de Agentes de Desenvolvimento da Região Noroeste formalizou-se no fim de 2015. Coordenadora da Fiscalização Tributária de Santo Antônio de Pádua, a agente Rosemeri Santos destaca a importância do trabalho em rede para fortalecer os negócios nos municípios e facilitar a vida de quem deseja empreender. “Nossa região ainda não tem o serviço de alvará online, por exemplo, e queremos que nossos microempresários tenham esse serviço”, afirma Rosemeri. Participam hoje dessa rede nove municípios: Bom Jesus de Itabapoana, Natividade, Santo Antônio de Pádua, Italva, Laje do Muriaé, Varre-Sai, Miracema, Itaocara e Itaperuna. Hoje só os dois primeiros têm Sala do Empreendedor, mas os três últimos estão prontos para inaugurar as suas unidades.

A mais antiga é a Rede de Agentes de Desenvolvimento da Região Serrana. Em um ano de trabalho, o grupo já conta com bons resultados: dobraram os números de agentes atuantes (de 16 para 32) e de Salas do Empreendedor (de três para seis), além disso a região passou de um para três municípios com serviço de alvará online. “Agora estamos fazendo um diagnóstico da qualidade do serviço prestado aos micro e pequenos empresários, incluindo prazos de atendimentos de alvarás, índice de mortalidade empresarial, entre outros pontos. Também criamos subgrupos para focar melhor em nossas metas de desburocratização e melhorias nos setores de compras governamentais, comunicação e governança”, conta Jorge Braz, agente de desenvolvimento de Cantagalo.

As compras governamentais também mereceram destaque durante o encontro. A secretária de Educação de Três Rios, Carla Monnerat, falou sobre a experiência do município de fortalecimento da aquisição de alimentos para a merenda escolar com pequenos produtores. “Hoje já cumprimos a Lei 11.947 que determina um mínimo de 30% do valor da merenda escolar adquirida da agricultura familiar, as crianças têm uma alimentação mais saudável e os produtores estão ganhando com isso”, destaca a secretária.

                                      (Foto: Aline/Massuca)
O piscicultor André Viana, de Itaperuna, contou sua experiência com as compras para as escolas municipais a partir de sua participação nas oficinas do programa Compra Mais 2, convênio entre Sebrae e Governo do Estado para incluir produtores familiares na merenda escolar. “O produtor acha que quem vende para o governo não recebe, mas não é assim, vale muito a pena. Hoje essas vendas representam 60% a 80% do que produzimos”, conta André.

Outro caso de sucesso apresentado foi o do programa Rio Mais Fácil, da Prefeitura do Rio de Janeiro. O subsecretário de Planejamento Estratégico, Bruno Bondarovsky, detalhou o trabalho de informatização dos alvarás. “Diminuímos o volume de documentação para liberação de alvarás e hoje eles saem numa média de oito dias, podendo ser esse prazo de até três dias”, comenta Bruno.

Um painel reunindo representantes de diversos órgãos envolvidos na legalização de empresas foi esclarecedor para os agentes de desenvolvimento. A coordenadora de Educação, Comunicação e Inovação da Subsecretaria de Vigilância Sanitária do Município do Rio, Flávia Oliveira, por exemplo, destacou a importância do trabalho educativo dos fiscais. “Estamos capacitando a fiscalização para passar de uma visão punitiva para a educativa e já percebemos alguns possíveis resultados, como a redução no volume de alimentos com problemas recolhidos no Carnaval”, conta Flávia.

No mesmo painel, Delmir Custódio, assessor da presidência da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro, falou sobre o Registro Integrado (Regin). Hoje 68 municípios do estado já estão no sistema do Regin e o Corpo de Bombeiros está sendo integrado, o que representa um grande avanço. Para os agentes de desenvolvimento de Nova Friburgo, ele também levou uma boa notícia: “Em 45 dias, deve ser aberta a delegacia da Junta na cidade”.

Durante o encontro, foi apresentado o Portal Rio Oportunidades de Negócios, lançado há um mês pelo Sebrae/RJ e parceiros. O portal www.riooportunidadesdenegocios.com.br/disponibiliza informações que auxiliam os empresários a pensarem estrategicamente para aproveitar melhor as oportunidades, como os editais de compras governamentais e as capacitações.

Também foi divulgado o Prêmio MPE Brasil 2016, que reconhece micro e pequenas empresas que estão em busca de aumento de qualidade, produtividade e competetitividade. Até 31 de julho, os empresários com receita bruta anual de até R$ 3,6 milhões, com pelo menos um ano fiscal de atividade, podem se inscrever no site www.premiompe.sebrae.com.br. Eles se autoavaliam e podem receber como retorno uma análise gratuita de sua gestão, apontando necessidade de melhoria.

O 3º Encontro Estadual de Agentes de Desenvolvimento foi transmitido ao vivo pelo Facebook e registrou 5.844 visualizações.



Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Agentes de Desenvolvimento do estado do RJ, trocam experiências em Nova Friburgo Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias