As Últimas
Publicidade
4 de set de 2015
Publicidade 2

Rodrigo é agredido em protesto na chegada do Vasco à concentração

Cerca de 30 vascaínos xingam atletas e golpeiam ônibus em frente a hotel na Lapa


O dia que começou com protestos da torcida em São Januário e teve tentativa de invasão no treino terminou com nova confusão, desta vez em frente ao hotel onde o clube se concentra, na Lapa, Zona Central do Rio de Janeiro. Na chegada do ônibus com a delegação, cerca de 30 torcedores golpearam o veículo e xingaram os jogadores, e um deles conseguiu dar um forte tapa na cabeça do zagueiro Rodrigo. O técnico Jorginho precisou intervir para acalmar os ânimos. Ovos quebrados também puderam ser vistos na rua e na calçada do local. Diferentemente de quando desembarcou na cidade após ser goleado pelo Internacional por 6 a 0, na última quarta, e deixou o aeroporto em um ônibus fretado e descaracterizado para não chamar a atenção, desta vez o clube usou o seu próprio automóvel.

Ovos quebrados puderam ser vistos na rua e na calçada, perto do local onde o ônibus estacionou (Foto: Divulgação)

O clima de tensão no Vasco começou cedo nesta sexta-feira. No início da tarde, o presidente Eurico Miranda, chamado de "ditador", virou o principal alvo do protesto de vascaínos na porta de São Januário. Os gritos eram de: "Eurico bravateiro, para ter respeito tem que planejar primeiro", "Fora Eurico, fora do Brasil! Vai lá pra Sibéria, vai pra p... que p...!", "Vou torcer pro Eurico ir pra prisão! Roubou o Vasco, muito ladrão!" e "Arerê, se cair a porrada vai comer!". Houve até uma tentativa de invasão pelo portão 18, contida por seguranças do clube, durante o treino. Segundo relatos dos próprios manifestantes, um funcionário disparou uma arma de fogo na direção do grupo para evitar a entrada deles. Gás de pimenta também chegou a ser lançado de dentro da entrada social para dispersar a multidão. Ninguém ficou ferido, mas, depois das manifestações pacíficas do início da tarde, o grupo avisou: "acabou o amor".

- A gente não é vagabundo, a gente deixa o trabalho para poder vir aqui cobrar o trabalho sério deste filho da p..., aí chega aqui e é recebido à bala de borracha. Pior que a gente estava passivo, tranquilão, sem tumulto, e no final os caras dão tiro? Isso não pode acontecer, não. É nosso direito, somos torcedor. A gente paga em dia, viaja, abandona a família para viajar para jogo, para esses filhos da p... fazerem isso? Agora acabou o amor, pode avisar. O respeito é isso aí, dar tiro? O Vasco virou milícia agora? - contestou um torcedor, que não quis se identificar.
O grupo questionou também a quantidade de jogos que o time tem feito no Maracanã, dizendo que a casa do Vasco é São Januário. E disse ainda que a diretoria deveria dar ingressos para os torcedores assistirem ao jogo deste sábado, contra o Atlético-MG, devido a má fase do time.


Fonte: GloboEsporte.com
Publicidade 2
  • Comentários
  • Comentários no Facebook
Item Reviewed: Rodrigo é agredido em protesto na chegada do Vasco à concentração Rating: 5 Reviewed By: Portal Fri Notícias